Joga no Euromilhões? Saiba que outubro é o mês dos maiores premiados de sempre

O jackpot de 190 milhões continua sem dono, mas não por muito tempo. Esta sexta-feira é a penúltima oportunidade para ganhar o valor máximo do Euromilhões.

Não foi nem à primeira, nem à segunda, nem à terceira. Desde que foi estipulado o jackpot máximo do Euromilhões nos 190 milhões, a 24 de setembro, já se passaram três sorteios sem um único totalista. E só há mais duas oportunidades para ganhar o valor máximo - esta sexta-feira é uma delas. De acordo com o regulamento da lotaria, o montante só está disponível durante cinco sorteios consecutivos e, se no final não houver vencedor, o valor passa para a categoria de prémios seguintes. Mas este pode ser um mês de sorte: sabia que outubro é um dos meses com mais vencedores e aquele em que o maior premiado de sempre português apostou?

Na tabela dos 15 maiores premiados de sempre do Euromilhões, o mês de outubro ao lado dos vencedores: os dois primeiros, em Espanha e Portugal, apostaram e ganharam neste mês. Também ambos com um montante de 190 milhões de euros. Os dados são do siteeuro-millions.com, plataforma não oficial que reúne informações sobre esta lotaria.

O primeiro jackpot saiu há dois anos, a 6 de outubro de 2017, em Espanha. Já o segundo foi em Portugal, a 24 de outubro de 2014, e saiu a um cidadão de Castelo Branco, que decidiu manter-se no anonimato. Tudo o que é conhecido até agora é que o apostador marcou os cinco números e as duas estrelas na Tabacaria Sobedis, no Centro Comercial Alegro.

Além disso, outubro está entre os meses em que os mais sortudos no jogo apostaram. Só em outubro de 2007, houve sete dos maiores vencedores de jackpot na Europa - assim como em agosto de 2010, janeiro de 2013 e setembro de 2016. No total de todos os sorteios, outubro já somou 37 premiados, igualando o mês de fevereiro e novembro, apenas antecedidos por setembro e janeiro.

Há números da sorte?

Se vai jogar a confiar nas estatísticas e não na sorte, saiba que há números mais populares do que outros.

É o caso do 50, aquele com mais saídas, precisamente 147.Segundo a página oficial da Santa Casa da Misericórdia, este saiu pela última vez ainda no dia 20 deste mês e, desde então, só não apareceu em dois sorteios até agora. Segue-se o número 23, com um total de 146 saídas e 11 ausências (quantidade de sorteios em que surgiram desde que o número ou a estrela saiu pela última vez), tendo saído pela última vez no dia 20 de agosto deste ano. E ainda os números 4 e o 19, respetivamente o quarto e quinto mais sorteados (a seguir ao 44), e que há mais de um mês que não têm saído.

Na linha dos menos sorteados estão os 46, 41 (que, ainda assim, saíram nos últimos sorteios) e o 33 (que surgiu ainda no dia 24 de setembro).

O Euromilhões é o segundo jogo mais procurado em Portugal, antecedido pela raspadinha. De acordo o departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, em 2018, o primeiro representou vendas no valor de 708 milhões de euros e o segundo 1594 milhões de euros. Em terceiro lugar do top de vendas está o Placard, com vendas no valor de 527 milhões, seguido pela Lotaria Nacional, com 69 milhões.

Exclusivos