Uma esperança para celíacos? Há uma vacina a caminho

Uma vacina vai entrar na segunda fase de testes, o que indica que um tratamento pode estar previsto para um futuro próximo

As pessoas celíacas podem vir, num futuro mais ou menos próximo, a ter uma vacina que signifique uma alternativa à dieta exclusiva de alimentos sem glúten. A vacina para celíacos, a Nexvax2, entrou numa nova fase de testes, o que indica que esse tratamento pode estar para breve, refere a revista online Bustle.

Segundo um comunicado de imprensa, citado pela Bustle, a Nexvax2 deve pôr termo à resposta imune inflamatória que acontece quando as pessoas com a doença celíaca comem glúten, que é uma proteína que se encontra no trigo, cevada e centeio. O glúten afeta o intestino delgado em pessoas com a doença.

A vacina mostrou-se segura num teste anterior, realizado em 2011, de acordo com a People . A segunda fase de testes para a vacina celíaca deve agora ter lugar em Melbourne, na Austrália, onde os investigadores pretendem recrutar 150 pacientes celíacos da Austrália, dos EUA e da Nova Zelândia.

Já um site especializado, que reúne doentes celíacos de todo o mundo, o Beyond Celiac, confirma que esta vacina Nexvax2 será uma forma de imunoterapia: não se trata de uma vacina preventiva, como aquelas que se tomam contra a gripe, mas uma que estimula o sistema imunológico do corpo para tratar a doença ativa.

Uma pequena quantidade da vacina é administrada numa primeira toma, e depois a sua dosagem será gradualmente aumentada para que o corpo vá construindo a sua resistência à proteína do glúten ao longo do tempo.

Exclusivos