Oceanos e microplásticos encerram ciclo "Jovens Repórteres de Ciência" do Media Lab do DN

O engenheiro do ambiente João Pequeno, que estuda a contaminação marinha por microplásticos, conversou com os alunos nesta sessão dedicada ao jornalismo de ciência. Deixou alertas e possíveis soluções

O tema desta última sessão do ciclo "Jovens Repórteres de Ciência" do Media Lab foi dedicado à crise ambiental provocada pelos microplásticos, que contaminam os oceanos e que também já estão presentes nos ecossistemas terrestres.

"Os microplásticos já entraram na cadeia alimentar, com consequências ainda desconhecidas para a saúde pública. Esses estudos só agora estão a ser feitos", explicou o engenheiro do ambiente e investigador da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT/UNL), João Pequeno, ao atento grupo de alunos do 12º ano da Escola Secundária com 3.º Ciclo do Ensino Básico de José Gomes Ferreira, que participou na sessão, realizada esta terça-feira.

João Pequeno passou em revista os principais dados do problema, explicando que uma parte substancial da questão tem a ver com a forma errada como os cidadãos tratam o lixo que produzem, libertando-o no ambiente sem precauções.

"Em relação aos cotonetes, por exemplo, que se encontram aos milhares espalhados na areia das praias, são as pessoas que, pura e simplesmente, os atiram para as sanitas", alertou João Pequeno.

A pequena dimensão daquele lixo plástico impede que ele seja travado, e depois recolhido, nas estações de tratamento de águas residuais (ETAR), e, por isso, ele acaba nos cursos de água e, depois, no mar.

Em resposta a questões colocadas pelos alunos, o especialista chamou a atenção para a necessidade de uma grande mudança de comportamentos para travar esta (e outras) contaminação ambiental.

Depois do ambientalista, professor e investigador da FCT/UNL Francisco Ferreira, da astrobióloga Zita Martins, do biólogo Luís Ceríaco e da engenheira de ambiente Ana Rita Antunes, que abordaram respetivamente os temas das alterações climáticas, da investigação sobre Marte, da biodiversidade e, finalmente, da energia, o ciclo "Jovens Repórteres de Ciência" do Media Lab chegou ao fim esta terça-feira, com a participação de João Pequeno, que falou dos oceanos e da sua contaminação por microplásticos.

Os alunos que participaram na sessão tiveram oportunidade de fazer entrevistas aos investigador, em suporte rádio e vídeo, atividade na qual contaram com a colaboração da jornalista de ciência Filomena Naves, do DN.

Tal como aconteceu nas anteriores sessões do ciclo "Jovens Repórteres de Ciência" do Media Lab, os estudantes escreveram ainda noticiário sobre temas de ciência e ambiente.

Ler mais

Exclusivos