Durante quase três minutos, todas as abelhas deixaram de zumbir

Um grupo de investigadores deu conta do fenómeno durante o eclipse solar total visível no ano passado.

Quando a lua cobria o sol e se noticiava o eclipse solar total, em agosto do ano passado, os insetos adaptaram o ritmo da sua atividade e, para surpresa dos cientistas, as abelhas deixaram de zumbir durante os cerca de três minutos em que decorreu o fenómeno. De acordo com o El País, a ocorrência foi detetada por investigadores norte-americanos, que no dia 21 de agosto de 2017, decidiram colocar uma série de microfones em campos de flores, a cerca de três mil quilómetros da trajetória do eclipse solar.

"Nós antecipamos que a atividade das abelhas diminuiria à medida que a luz também diminuísse durante o eclipse e atingisse um mínimo durante o todo", explicou um biólogo da Universidade do Missouri, Estados Unidos, e autor principal do estudo, Candace Galen.

Contudo, o especialista admitiu não esperar "que a mudança fosse tão abrupta", pois as abelhas silenciaram-se logo que o eclipse atingiu a totalidade. Contudo, minutos anteriores e posteriores à cobertura total do sol pela lua, as abelhas continuaram a zumbir, ainda que com ligeiras diferenças relativamente ao que emitiram durante o resto do dia. Durante o eclipse, várias abelhas regressaram, inclusive, para as suas colmeias.

É a luz do sol que guia a vida das abelhas

O trabalho de investigação foi divulgado na plataforma americana Annals of the Entomological Society of America , e veio tornar óbvio para os especialistas que é a luz do sol que guia a vida das abelhas.

Os cientistas assemelham esta ocorrência ao padrão de comportamento das abelhas ao amanhecer e ao anoitecer, alturas em que reduzem a velocidade dos seus zumbidos como forma de adaptação à pouca visibilidade.

Os eclipses solares totais são os fenómenos deste género menos habituais e foi o facto de se ter projetado sobre vários estados dos EUA que permitiu um estudo mais alargado. Naquele dia, foram estudadas várias espécies de abelhas em diferentes contornos climáticos. Em Portugal, este eclipse foi avistado apenas parcialmente.

Exclusivos