Fundação Oceano Azul entrega donativo de 300 mil euros para apoiar "Programa Oceanos"

Donativo visa apoiar financeiramente o "Programa Oceanos", que a Associação Natureza Portugal/WWF vai implementar

A Fundação Oceano Azul formalizou um apoio financeiro, até 2022, de 300 mil euros, à Associação Natureza Portugal/WWF, para a implementação e desenvolvimento do "Programa Oceanos".

"Com este donativo, a ANP/WWF irá desenvolver e implementar um conjunto de iniciativas que contribuam, por um lado, para a sustentabilidade do oceano, em particular das pescas e áreas marinhas protegidas em Portugal, e por outro, capacitar esta organização no processo de evolução para uma ONG ainda mais focada na conservação do oceano, tornando-se numa voz e agente ativo na proteção do oceano", pode ler-se na nota enviada à nossa redação.

O Programa de Oceanos e Pescas da ANP/WWF abrange três eixos: pesca sustentável, através de projetos de cogestão em pescas que contribuam para uma gestão mais sustentável dos recursos marinhos; conservação marinha, através da promoção das Áreas Marinhas Protegidas, proteção de Espécies-Bandeira e combate à poluição por plástico; e consumo responsável de pescado.

Segundo Tiago Pitta e Cunha, CEO da Fundação Oceano Azul, "o apoio financeiro que asseguraremos à ANP/WWF, durante os próximos três anos, destina-se a capacitar esta instituição para que a sua ação enquanto Organização Não-Governamental se torne ainda mais focada na conservação do oceano e que possa ser mais eficaz não só em Portugal, como em Bruxelas". "As ameaças que o Oceano em geral e o Mar Português em particular enfrentam convocam-nos a agir juntos, de forma articulada com o maior número possível de instituições. Acreditamos que a intervenção da WWF Portugal, já inserida na rede mundial da WWF, poderá ser determinante para uma agenda do mar mais forte e para uma cidadania mais ativa e responsável de todos", acrescentou.

"Este apoio da Fundação Oceano Azul representa um grande impulso para o 'Programa Oceanos' em Portugal, permitindo aumentar e capacitar a equipa, desenvolver maior conhecimento sobre as temáticas marinhas e influenciar a política nacional e europeia de forma a ter um impacto efetivo na conservação do oceano", afirma a Diretora Executiva da ANP/WWF, Ângela Morgado.

Este donativo terá início em janeiro de 2020.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG