Profissionais do setor social e bombeiros começam hoje a ser vacinados

Depois dos profissionais da saúde terem começado a ser vacinados na semana passada, cerca de 28 000 bombeiros que desempenham a função operacional do transporte pré-hospitalar vão receber a dose de reforço da vacina contra a covid-19.

Os profissionais do setor social e os bombeiros envolvidos no transporte de doentes vão começar esta segunda-feira a ser vacinados com a terceira dose da vacina contra a covid-19.

Depois dos profissionais da saúde terem começado a ser vacinados na semana passada, cerca de 28 000 bombeiros que desempenham a função operacional do transporte pré-hospitalar vão receber a dose de reforço da vacina contra a covid-19.

Segundo o Ministério da Administração Interna (MAI), a seleção e ordem de vacinação é da responsabilidade do respetivo comandante de cada corporação de bombeiros, tendo por referência os critérios operacionais definidos pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Além dos bombeiros e dos profissionais de saúde e do setor social, estão atualmente a ser vacinados em Portugal com a terceira dose da vacina contra a covid-19 as pessoas com mais de 65 anos.

Segundo dados divulgados no domingo pela Direção-Geral da Saúde (DGS), mais de 1,5 milhões de pessoas já foram vacinadas contra a gripe, tendo sido também administradas mais de 750.000 doses de reforço e adicionais da covid-19.

"Portugal já administrou cerca de 1 561 000 doses de vacina contra a gripe (incluindo cerca de 400 mil em farmácias) e mais de 750 mil doses de reforço e adicionais da vacina contra a covid-19. Estes resultados foram possíveis com a aceleração da vacinação diária dos centros de vacinação, incluindo ao fim de semana, através da modalidade 'Casa Aberta'", indica a DGS em comunicado.

De acordo com o balanço, nos últimos dois dias, e até às 18:00 de domingo, foram administradas mais de 66 mil doses de vacina contra a gripe e cerca de 80 mil doses contra a covid-19, das quais cerca de 73 mil foram doses de reforço.

A DGS salienta no comunicado que a modalidade "casa aberta", para pessoas com 75 ou mais anos, se mantém durante a semana.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG