"O sucesso de uma amaragem é sempre inferior ao de uma aterragem"

Jaime Prieto, piloto e ex-presidente do sindicato dos pilotos de aviação civil, ajuda a tentar perceber o acidente com uma avioneta, esta quarta-feira, numa praia da Costa de Caparica

Há alguma regra que imponha a um piloto que está a fazer uma aterragem de emergência junto de uma praia que deve amarar?

Não há regras de local para uma aterragem de emergência. Tenta evitar-se ao máximo que haja vítimas. O princípio básico para qualquer piloto numa situação destas era ir o mais longe possível da criança de 8 anos que veio a morrer. Mas temos de perceber que este piloto estava numa situação de stress e de emergência. Aparentemente, segundo os registos noticiados, terá havido uma falha de motor e ele ainda terá tentado aterrar na Cova do Vapor. Mas não sabemos se já vinha fixado em aterrar na areia ou próximo da praia, já dentro de água.

Há procedimentos de emergência próprios para avionetas. O que ditam?

Fui instrutor de aviação ligeira há 20 anos. Os procedimentos são memory items, ou seja, respostas técnicas que o piloto tem de dar como, por exemplo, procurar o melhor local para uma aterragem de emergência e aproximação ao local de preferência com o vento pela frente, no nariz do avião. Depois há as variáveis: no caso desta avioneta, o vento ontem estava de cauda.

O que pode ter acontecido?

Do que estou seguro é de que o piloto não teria aterrado ali se tivesse a certeza de que o risco era tão grande e que iria causar vítimas. Ele deve ter achado que tinha 50 a 60 metros de areal para aterrar em segurança. E também é preciso dizer que o sucesso de uma amaragem [aterragem no mar] é sempre inferior ao de uma aterragem em terra.

Que fatores podem ter contribuído para este desfecho?

Para além da possível falha de motor, pode ter ido contra o vento nos últimos segundos em que tentou a aterragem ou pode ter dado um primeiro toque e a avioneta ressaltou e foi aterrar mais à frente. A investigação irá apurar o que aconteceu. Mas este piloto deve estar desfeito, disso tenho a certeza.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG