Número de casos aumenta quase o dobro. R(t) sobe ligeiramente e incidência desce

Boletim da DGS indica que foram registadas mais quatro mortes e 485 novos casos de covid-19. Estão internadas 248 pessoas, das quais 71 em unidades de cuidados intensivos.

Registaram-se 485 novos casos de covid-19 em Portugal nas últimas 24 horas (mais 217 em relação ao dia anterior), indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O relatório desta quarta-feira (12 de maio) mostra que morreram mais quatro pessoas devido à infeção por SARS-CoV-2.

Estão agora hospitalizadas 248 pessoas com covid-19, menos nove em comparação com o dia anterior. Nas unidades de cuidados intensivos não se registaram alterações e continuam internados 71 doentes.

A DGS indica que o índice de transmissibilidade, denominado R(t), subiu ligeiramente. Passou de 0,92 para 0,93 a nível nacional e de 0,91 para 0,92 no continente.

Já a incidência da infeção por SARS-CoV-2 a 14 dias mantém a tendência de descida, com 51,0 casos por 100 mil habitantes em todo o território nacional e 48,7 infetados por 100 mil habitantes se tivermos só em conta o continente.

Dois indicadores da matriz de risco, que serve de base ao Governo na gestão do desconfinamento, sendo que Portugal continua na zona verde.

Das quatro mortes reportadas em 24 horas, duas ocorreram no Algarve e as restantes em Lisboa e Vale do Tejo e na região do Norte. Duas das vítimas mortais tinham mais de 80 anos, uma tinha entre os 70 e os 79 anos e outra entre os 60 e os 69 anos.

Em relação aos diagnósticos de covid-19, o Norte mantém-se como a região com o maior número de novas infeções (169), seguida de Lisboa e Vale do Tejo, com mais 167 notificações.

Verificam-se 46 novos casos no Algarve, 41 no Centro e 24 no Alentejo. Foram reportados mais 19 casos tanto na Madeira como nos Açores.

Desde o início da pandemia (em março de 2020), Portugal já registou 840 493 casos de covid-19, 16 998 óbitos e 801 621 recuperados - dos quais 315 foram reportados entre ontem e hoje - sendo que há, atualmente, 21 874 casos ativos da infeção pelo novo coronavírus (menos 166).​​​​

O relatório da DGS indica ainda que o número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde desceu para 19 618 (menos 81 face ao dia anterior).

​​​​​​Quase três milhões de pessoas têm pelo menos uma dose da vacina

Dados atualizados da pandemia numa altura em que mais de 2,9 milhões de pessoas já foram vacinados em Portugal, das quais mais de 1,1 milhões têm a vacinação completa, segundo informou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o relatório semanal da vacinação, 2 948 708 (29%) pessoas receberam a vacina, das quais 377 590 na última semana. Do total de pessoas já vacinadas, 1 119 826 têm a vacinação completa com as duas doses, o que equivale a 11% da população.

No total, já foram administradas 4 068 534 doses de vacinas desde que se iniciou o processo de vacinação contra a covid-19, em 27 de dezembro de 2020, indicam os dados da autoridade de saúde.

Número de casos de variantes indianas está a aumentar na UE

Na Europa, o Centro para o Controlo e Prevenção de Doenças fez saber esta quarta-feira que as variantes indianas do novo coronavírus têm sido cada vez mais identificadas em outros países e há indicações de que na União Europeia está a aumentar a deteção de duas dessas estirpes, segundo um relatório.

As três variantes indianas identificadas "têm perfis de mutação distintos", que justificam uma avaliação individual, e a informação disponível sobre a sua transmissibilidade, gravidade da doença e potencial de fuga imunológica relativamente a outras variantes que também circulam no espaço europeu é ainda muito limitada.

"Ainda não é possível avaliar o impacto total destas variantes na saúde pública", referiu o Centro Europeu para o Controlo e Prevenção de Doenças, no documento divulgado esta quarta-feira.

Pandemia fez 3,31 milhões de mortos em todo o mundo

A nível mundial, a pandemia do novo coronavírus fez 3 319 512 mortos em todo o mundo desde que a doença foi detetada na China em finais de dezembro de 2019, segundo o balanço elaborado pela AFP com base em números oficiais.

Mais de 159 593 520 casos de infeção foram diagnosticados desde o princípio da crise sanitária.

Os Estados Unidos são o país mais afetado, tanto pelo número de mortos como pelos casos de infeção: 582 848 vítimas mortais e 32 779 153 desde o início da pandemia, segundo a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG