R(t) e incidência aumentam ligeiramente

O boletim diário da DGS revela que há 927 novos casos e três mortos. Há agora 286 internados.

Foram registados, em 24 horas, 927 novos casos de covid-19 em Portugal, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS)​​. Relatório desta quarta-feira (20 de outubro) dá conta de mais três mortes associadas à infeção por SARS-CoV-2.

Há agora 286 internados (menos 13 do que na véspera), dos quais 58 estão em unidades de cuidados intensos (menos dois).

No que concerne a regiões, Lisboa e Vale do Tejo contabilizou 356 novas infeções, sendo que o Norte contabilizou 249 novos casos e um óbito.

As outras vítimas mortais foram registadas no Centro, que teve ainda 212 novos casos de covid-19, e no Alentejo, onde se registaram 40 infeções. O Algarve somou 41 casos, os Açores 16 e a Madeira 13.

Portugal contabiliza 30 368 casos ativos da doença (mais 347 que na véspera), indica ainda o boletim da DGS.

Em dia de atualização dos valores da matriz de risco, a incidência a 14 dias aumentou ligeiramente, passando de 84,3 para 84,4 casos de covid-19 por 100 mil habitantes em todo o território nacional e de 84,7 para 84,8 no continente.

O R(t) permanece acima de 1, tendo subido de 1,01 para 1,02 a nível nacional, valor igual ao do continente, que mantém o índice de transmissibilidade da atualização anterior.

Isto numa altura em que Portugal tem mais de 8,8 milhões de pessoas com a vacinação completa contra a covid-19. Número equivale a 85% da população portuguesa, uma percentagem que não sofreu alterações na última semana, indicou na terça-feira a DGS.

Segundo o relatório de vacinação, com pelo menos uma dose estão agora quase nove milhões de pessoas, o equivalente a 87% da população, valor percentual que também se manteve inalterado na última semana.

Europa é a única região do mundo com aumento de novos casos

Ainda no que se refere à evolução da pandemia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou esta quarta-feira que houve um aumento de 7% nos novos casos de coronavírus na Europa na semana passada, a única região do mundo onde os novos casos aumentaram.

Na avaliação semanal da pandemia, a agência de saúde da ONU disse que houve cerca de 2,7 milhões de novos casos de covid-19 e mais de 46 000 mortes na semana passada, números semelhantes aos relatados na semana anterior. A Grã-Bretanha, Rússia e Turquia foram os responsáveis pela maioria dos casos.

A maior queda nos casos de covid-19 foi observada em África e no Pacífico Ocidental, onde as infeções caíram 18% e 16%, respetivamente. O número de mortes em África também diminuiu cerca de um quarto, apesar da escassez de vacinas no continente.

Dados da agência de notícias AFP indicam que a pandemia é responsável por 4 910 200 mortos em todo o mundo.

No total, 241 485 380 casos de covid-19 foram oficialmente diagnosticados desde que a doença foi detetada na cidade chinesa de Wuhan, em dezembro de 2019.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG