Maiores de 50 anos vão receber terceira dose de vacina, anuncia Governo

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde anunciou que a atualização da norma da DGS vai ser feita esta terça-feira, "passando a faixa de elegibilidade dos igual ou mais de 65 anos para os 50 anos ou mais". Durante esta semana será aberto o autoagendamento para maiores de 60 anos.

A terceira dose da vacina contra a covid-19 vai começar a ser administrada a pessoas com 50 ou mais anos, anunciou esta terça-feira o secretário de Estado Adjunto e da Saúde.

"A atualização da norma da DGS 002/2021 será efetuada durante o dia de hoje, passando a faixa de elegibilidade dos igual ou mais de 65 anos para os 50 anos ou mais", avançou António Lacerda Sales, à margem da cerimónia da tomada de posse do primeiro bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas, António Lopes.

Assim, indicou, "as pessoas com mais de 50 anos também irão fazer o reforço da vacina" contra a covid-19.

Lacerda Sales anunciou ainda que durante esta semana será aberto o autoagendamento para maiores de 60 anos.

Lembrou que neste momento o autoagendamento está em funcionamento para pessoas com mais de 65 anos e para outras faixas, como para as crianças dos 10 aos 11 ou maiores de 50 ou mais que tenham levado a vacina da Janssen.

"Nenhum português ficará para trás". "Vacinaremos todas as faixas elegíveis"

Questionado sobre pessoas com 40 anos que levaram a vacina da Janssen e que estão a ser chamadas para levar a terceira dose, o governante reforçou que neste momento a indicação são os 50 anos.

"Obviamente, que não podemos desperdiçar oportunidades também para vacinar todas as pessoas que nos possam aparecer em determinadas condições que sejam elegíveis de alguma forma e que mesmo não sendo elegíveis por uma questão ou por outra, até muitas vezes por comorbilidade, façam a sua vacinação e obviamente nós não recusamos ninguém", ressalvou.

Deixou ainda a garantia que "nenhum português ficará para trás": "Vacinaremos todas as faixas elegíveis".

Sobre o motivo de avançar agora para a faixa dos 50 anos, o governante explicou que neste momento mais de 80% da faixa dos mais de 80 anos já estão vacinados, assim como 73% na faixa dos 70 aos 79 anos e outros 73% na faixa dos 60 aos 69 anos.

Também há uma indicação do Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC, sigla em inglês) relativamente a esta matéria e que leva a possibilidade de reforçar a vacinação com a terceira dose até aos 40 anos.

Mais de 72 mil pessoas vacinadas contra a gripe e coronavírus

Mais de 72 mil vacinas contra a gripe e o coronavírus foram administradas na segunda-feira, cerca de 52 mil das quais de reforço da imunização contra a covid-19, anunciou hoje a DGS.

Segundo o relatório diário da DGS, estão agora com a vacinação completa contra o coronavírus SARS-CoV-2 mais de 8,6 milhões de pessoas, enquanto 2,1 milhões já receberam a dose de reforço que está a ser administrada a pessoas com 65 ou mais anos.

Por faixas etárias, 734.545 mil idosos entre os 70 e os 79 já foram vacinados com a dose de reforço, estando na mesma situação 555.994 pessoas com 80 ou mais anos e 382.930 entre os 65 e os 69 anos.

A DGS avança ainda que mais de 2,2 milhões de pessoas já receberam a vacina da gripe, 16.385 na segunda-feira.

A covid-19 provocou pelo menos 5.311.914 mortes em todo o mundo, entre mais de 269 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência AFP

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.687 pessoas e foram contabilizados 1.200.193 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como "preocupante" pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 57 países de todos os continentes, incluindo Portugal.

Notícia atualizada às 18:42

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG