Câmara de Lisboa cancela festejos de ano novo e vai decidir sobre fogo de artifício

"É uma decisão, obviamente, que vai em linha com a situação que estamos a viver", justifica Carlos Moedas, presidente da autarquia lisboeta.

Os festejos da passagem de ano em Lisboa foram cancelados devido à evolução da pandemia de covid-19, anunciou esta sexta-feira o presidente da Câmara, Carlos Moedas, remetendo "para a semana" uma decisão sobre os espetáculos de fogo de artifício.

"É uma decisão, obviamente, que vai em linha com a situação que estamos a viver, aliás, o presidente da Câmara do Porto e outros municípios tomaram essas decisões. A minha decisão foi, realmente, que no momento em que estamos não podemos ter aquele tipo de festejos que costumávamos ter, que eram ter festa na rua, com os músicos, com os artistas, isso não vai ser possível, portanto todos estamos de acordo em que isso não vai ser possível", afirmou Carlos Moedas (PSD).

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Lisboa disse que a decisão foi tomada após ouvir "várias pessoas". Na quinta-feira houve, inclusive, uma reunião do Conselho Municipal de Segurança, em que discutiu o assunto com a Polícia de Segurança Pública e a Polícia Municipal, concluindo que "não há hipótese" de realizar os habituais festejos.

Sobre o que ainda pode acontecer no âmbito das celebração da passagem de ano em Lisboa, o social-democrata referiu que está a ser avaliada a possibilidade de manter os espetáculos de fogo de artifício.

"Tem a ver com o fogo de artifício, que gostaria muito de fazer em Lisboa, mas que também, neste momento, sem ter realmente o maior conforto de todos, [...] não posso dar já uma resposta. Para a semana vamos decidir", declarou o presidente da Câmara de Lisboa.

Carlos Moedas informou que estão abertos quatro postos fixos de testagem à covid-19 na cidade - Restauradores, Martim Moniz, Cais do Sodré e Campo Pequeno -, que funcionam de segunda a sábado (com exceção dos feriados) das 09:00 às 13:00 e das 14:00 às 18:00.

Além de estar disponível durante o período diurno, a testagem de rua na zona do Cais do Sodré "já começou a funcionar" durante a noite, das 20:00 às 02:00. "Estava previsto que fosse só sextas, sábados e vésperas de dias feriados", mas a abertura no período noturno vai ser alargada ao dia de quinta-feira, referiu.

A este posto de testagem noturno no Cais do Sodré, o município vai juntar três novos postos, designadamente no Largo de Camões, no Príncipe Real e no Largo de Santos, "para dar resposta às necessidades de testagem no acesso aos estabelecimentos de diversão noturna", mas ainda não há data para a abertura.

Esses três postos noturnos estão a ser montados e a previsão é que possam entrar em funcionamento "nos próximos dias".

Depois de o município ter negociado com os fornecedores que asseguram a testagem à covid-19 o alargamento do funcionamento dos postos noturnos para incluir também o dia de quinta-feira, ficou também definido que "a partir do dia 16 de dezembro pudessem estar até ao Natal todas as noites".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG