SEF identifica 100 cidadãos nacionais e estrangeiros, cinco em situação irregular

O SEF refere em comunicado que a operação de fiscalização e investigação ocorreu durante a madrugada em estabelecimentos situados em Coimbra, Figueira da Foz, São João da Madeira, Leiria e Viseu.

Lusa
© Carlos Manuel Martins/Global Imagens

Uma centena de cidadãos nacionais e estrangeiros, cinco dos quais em situação irregular, foram hoje identificados pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) numa ação de fiscalização em seis estabelecimentos de diversão noturna, em diferentes locais do país.

O SEF refere em comunicado que a operação de fiscalização e investigação ocorreu durante a madrugada em estabelecimentos situados em Coimbra, Figueira da Foz, São João da Madeira, Leiria e Viseu.

No decurso da operação foram detetados cinco cidadãos estrangeiros em situação irregular no país, notificados para abandono voluntário, e três com relações de trabalho fictícias, adianta o comunicado.

A operação, denominada "AEDOS", envolveu 65 inspetores do SEF e destinou-se à verificação das condições de entrada, permanência e saída de cidadãos estrangeiros de território nacional.

Segundo o SEF, esta atividade de fiscalização e investigação permite sinalizar ocorrências passíveis de regularização documental e, por outro, identificar, prevenir e combater as mais diversas formas de exploração de imigrantes em situação de fragilidade socioeconómica e documental, com particular relevo para a exploração laboral e sexual.