Internados descem em dia com 1058 novos casos e 6 mortos

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção Geral da Saúde há menos 35 pessoas internadas com covid-19, totalizando agora 551, das quais 116 estão em unidades de cuidados intensivos.

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 1058 novos casos de covid-19 e 6 mortos, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta terça-feira (14 de setembro).

No que se refere à pressão nos hospitais portugueses, estão agora 551 doentes internados (menos 35 em relação ao que foi reportado na segunda-feira), dos quais 116 em unidades de cuidados intensivos (menos três).

A área de Lisboa e Vale do Tejo, com 312 novos casos, e a região Norte, com 406, têm 67,8% do total das novas infeções verificadas nas últimas 24 horas.

As mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (4), na região Norte (1) e na região Centro (1).

Relativamente às idades das vítimas, três tinham mais de 80 anos, duas entre os 70 e os 79, uma entre os 60 e os 69 e uma entre os 40 e os 49 anos.

84,4% dos jovens dos 12 aos 17 anos com pelo menos uma dose da vacina

Segundo dados da task force de vacinação divulgados esta terça-feira, 84,4% dos jovens entre os 12 aos 17 anos já receberam pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19.

Na segunda-feira, "cerca de 497 mil jovens dos 12 aos 17 anos já possuíam pelo menos uma dose", avançou a task force em declarações à Lusa, na semana em que arrancam as aulas para cerca de 1,2 milhões de crianças e jovens do ensino básico e secundário. Este número representa "cerca de 84,4% do universo elegível" para a toma da vacina.

O plano de vacinação dos jovens com menos de 18 anos arrancou durante o verão e só no último fim de semana, por exemplo, cerca de 131 mil jovens dos 12 aos 15 anos foram vacinados contra a covid-19.

Cerca de 150 mil jovens deveriam ter recebido a segunda e última dose este fim de semana: mais de 127 mil compareceram e terminaram o processo, ao contrário de cerca de 23 mil que faltaram ao agendamento.

"Durante este fim de semana, cerca de 23 mil jovens faltaram à segunda dose. À semelhança do ocorrido na semana passada, estima-se que a grande maioria destes jovens seja vacinada ao longo da presente semana, na modalidade "casa aberta", referiu a estrutura que coordena a logística da vacinação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG