Novo aumento de seis e dez euros nas pensões

Ao valor será deduzido o montante da atualização que ocorreu a 1 de janeiro de 2018. Medida abrange cerca de dois milhões de pessoas e entra em vigor a 1 de agosto

As pensões de valor igual ou inferior a 643,35 euros vão receber um novo aumento extraordinário, de acordo com uma nova proposta do Governo. Assim, a medida, ainda a ser trabalhada, indica um aumento de seis e de dez euros nas pensões dos reformados. A este valor, contudo, será deduzido o valor da atualização de 1 de janeiro de 2018.

A notícia é avançada pelo Correio da Manhã, que explica ainda que o aumento deverá entrar em vigor a 1 de agosto, vai abranger cerca de dois milhões de pensionistas quer no regime da Segurança Social, quer no da Caixa Geral de Aposentações, e terá um impacto de 34,5 milhões de euros entre agosto e o final deste ano. Nos 14 meses em que será aplicada no próximo ano, a medida terá um impacto financeiro de 87,8 milhões de euros.

Refere o mesmo jornal, citando a proposta do executivo de António Costa, que a medida visa "concluir a compensação pela perda do poder de compra causada pela suspensão, no período entre 2011 e 2015, do regime de atualização das pensões, iniciada em 2017, no sentido de aumentar os rendimentos dos pensionistas com pensões mais baixas".

A medida, que abrangerá as pensões de invalidez, velhice e sobrevivência do regime geral da Segurança Social e da Caixa Geral de Aposentações, tem dois pontos base na atualização das reformas. Quem recebe uma pensão atualizada, entre 2011 e 2015, tem um aumento de seis euros. Os pensionistas com reformas que não foram atualizadas no referido período vão receber mais dez euros. Isto

Ler mais

Premium

robótica

Quando os robôs ajudam a aprender Estudo do Meio e Matemática

Os robôs chegaram aos jardins-de-infância e salas de aula de todo o país. Seja no âmbito do projeto de robótica do Ministério da Educação, da iniciativa das autarquias ou de outros programas, já há dezenas de milhares de crianças a aprender os fundamentos básicos da programação e do pensamento computacional em Portugal.

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...