Apoio a Isaltino divide direção nacional do PSD

A direção nacional do PSD divulgou mais 53 candidatos a presidentes de câmara - entre os quais a independente Suzana Garcia, para a Amadora. O apoio a Isaltino é que continua em suspenso.

"A Comissão Política Nacional não chegou a nenhuma conclusão" sobre um eventual apoio à recandidatura, de novo como independente, de Isaltino Morais à Câmara Municipal de Oeiras (CMO).

"Queremos mais tempo" e "vamos fazer novas reuniões", anunciou esta tarde na sede nacional do partido o secretário-geral do PSD, José Silvano.

O dirigente, antes, tinha explicado que a proposta de um apoio do partido à recandidatura de Isaltino - não apresentando portanto o partido candidatura própria - veio da concelhia de Oeiras merecendo também apoio na distrital de Lisboa.

Quanto à controversa candidatura de Suzana Garcia - uma advogada independente com um perfil ideológico próximo do Chega -, o secretário-geral do PSD defendeu que as suas posições, nomeadamente em defesa da castração química de pedófilos reincidentes, "se enquadram na pluralidade de opiniões que o PSD defende".

Por isso, disse, a Comissão Política Nacional apoia a candidatura e até o fez "por unanimidade" - o que significa que Rui Rio também votou a favor.

De acordo com o secretário-geral do PSD, a advogada - conhecida do grande público como antiga comentadora de assuntos criminais na TVI - nem defende propriamente a castração química mas antes "uma terapia medicamentosa inibidora da líbido" dos pedófilos reincidentes.

Reafirmando, por outro lado, que o PSD é contra a castração química - e foi assim que votou no Parlamento quando o Chega ali apresentou uma proposta nesse sentido - Silvano sublinhou que Suzana Garcia é candidata a uma autarquia e não a deputada.

"Ela é candidata à Câmara da Amadora! É evidente que se fosse candidata à Assembleia da República teria outro crivo de análise que não tem como candidata à Câmara da Amadora", afirmou.

No Twitter, um vice-presidente do partido, David Justino, afirmou o apoio do PSD nacional à candidatura da advogada como uma vitória sobre todos os que denunciaram nesta escolha aproximações do partido ao Chega de André Ventura.

"Susana Garcia Candidata do PSD à Amadora: o problema não é a 'castração química'. É a objetiva e reiterada tentativa de castração política do PSD por parte do main stream. Não conseguiram!", escreveu este antigo ministro da Educação.

Na mesma rede social, Rui Rio elogiou a "inegável eficácia" com que Silvano e a sua Comissão Autárquica Nacional conduziram o processo de escolha dos candidatos do PSD.

"A Comissão Autárquica Nacional, liderada por José Silvano, concluiu hoje, com inegável eficácia, o processo político de escolha dos candidatos do PSD às Autárquicas 2021 que lhe competia executar. Cabe aqui uma palavra pública de agradecimento pelo excelente trabalho desenvolvido", escreveu o líder do partido.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG