PCP relativiza Ana Gomes e anuncia candidato no sábado

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, considerou esta quarta-feira "um direito" a candidatura às presidenciais da ex-eurodeputada socialista Ana Gomes e afirmou que os comunistas apresentam o seu candidato em 12 de setembro.

É o exercício de "um direito" constitucional de Ana Gomes, resumiu Jerónimo de Sousa, em declarações aos jornalistas, depois de uma visita à escola António Arroio, em Lisboa, em vésperas de abertura do ano letivo.

"Nós fazemos o registo de alguém que quer exercer um direito constitucional que lhe assiste. Muito bem", afirmou o líder dos comunistas, para quem a "preocupação principal é o papel" que a candidatura do partido, que "dentro em breve vai ser anunciada", "vai propor aos portugueses" na defesa dos direitos dos trabalhadores", das "camadas que estão a ser atingidas por esta situação pandémica" ou no "respeito pela Constituição".

O líder comunista, que já concorreu por duas vezes à Presidência da República (1996 e 2006), excluiu voltar a concorrer e afirmou que "esta semana ou na próxima" os comunistas anunciam o seu "candidato ou candidata" às próximas presidenciais.

"Eu candidato? Costuma-se dizer que não há duas sem três, mas já participei nessas batalhas", respondeu, com uma risada.

Disse, porém, sem "dar nenhuma informação apressada" que, "com certeza" o partido terá "outro candidato, outra candidata que será anunciado talvez no dia 12, mais coisa menos coisa".

A reunião do comité central do PCP para decidir o candidato às presidenciais está prevista para dia 12 de setembro, confirmou à Lusa um membro da direção do partido.

A ex-eurodeputada socialista Ana Gomes vai fazer uma declaração sobre a sua candidatura a Presidente da República na quinta-feira, às 16:30, na Casa de Imprensa, em Lisboa, disse a própria à agência Lusa.

Ana Gomes confirmou hoje de madrugada à Lusa que vai ser candidata a Belém nas eleições presidenciais de janeiro.

A notícia da candidatura presidencial de Ana Gomes foi avançada pelo jornal Público, a quem a ex-dirigente socialista declarou: "Serei candidata."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG