Marcelo já indigitou Costa como primeiro-ministro

Depois de ter recebido durante o dia todos os partidos com assento no Parlamento na nova legislatura, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu ao início da noite António Costa e já o indigitou como primeiro-ministro do XXII Governo Constitucional

O Presidente da República recebeu esta noite o líder do PS e já o indigitou como primeiro-ministro para agora formar Governo.

Em comunicado divulgado no site da Presidência, Marcelo Rebelo de Sousa informa que, na sequência das eleições do passado domingo, 6 de outubro, e depois de ouvidos, nos termos constitucionais, todos os partidos agora representados na nova Assembleia da República, e tendo em conta os resultados eleitorais, que indigitou esta noite António Costa, Secretário-Geral do Partido Socialista, como Primeiro-Ministro do XXII Governo Constitucional

Depois de publicados os resultados finais oficiais das eleições, seguir-se-á a primeira reunião do novo Parlamento e a nomeação e posse do Governo e, no prazo máximo de dez dias após a nomeação, a submissão do programa do Governo à apreciação da Assembleia da República.

António Costa ganhou as eleições de domingo mas sem maioria absoluta.

Durante o dia, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu todos os partidos com representação no Parlamento. À saída, um a um foram dando conta das suas decisões. O PAN informou de imediato que não entrará numa coligação partidária com o PS para governar o país, mas que está disponível para fazer acordos pontuais.

Os Verde e o PCP não repetem a Geringonça.

A Iniciativa Liberal e o Chega também não aceitam coligações partidárias com o PS.

O Livre está disponível para o diálogo, mas não para coligações partidárias.

Exclusivos