Informações militares vão ter novo chefe

Centro de Informações e Segurança Militares vai continuar a ser dirigido por um brigadeiro-general do Exército.

O brigadeiro-general Jorge Saramago, do Exército, vai ser o novo chefe do Centro de Informações e Segurança Militares (CISMIL), substituindo um oficial do mesmo ramo que exerceu o cargo durante pouco mais de um ano, soube o DN.

Jorge Saramago vai suceder ao também brigadeiro-general Pereira dos Santos (Exército), cuja exoneração do cargo pelo ministro da Defesa - sob proposta do chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA) - foi publicada esta terça-feira em Diário da República.

Pereira dos Santos tomou posse a 01 de agosto de 2018, em cerimónia presidida pelo CEMGFA, almirante Silva Ribeiro, pelo que esteve apenas cerca de um terço do período normal de três anos naquele cargo.

A sua exoneração produz efeitos a 18 de setembro e na base da decisão, segundo fontes ouvidas pelo DN sob anonimato por não estarem autorizadas a falar sobre o assunto, terão estado dificuldades de relacionamento de Pereira dos Santos, oriundo da arma de Artilharia.

Tanto Pereira dos Santos como Jorge Saramago foram promovidos ao generalato em meados de dezembro de 2018.

O brigadeiro-general Jorge Saramago, de Infantaria, ainda exerce oficialmente o cargo de diretor da Direção de Serviços Pessoal do Exército e foi assessor do ministro da Defesa no final dos anos 1990.

O CISMIL destina-se a produzir informações relacionadas com o cumprimento das missões das Forças Armadas e com a segurança militar.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG