Novo caso suspeito de coronavírus em Portugal. É uma mulher proveniente de Milão

É o 18º caso suspeito de coronavírus em Portugal, os anteriores deram negativo.

Uma mulher proveniente de Milão constitui o 18.º caso suspeito de infeção pelo novo coronavírus em Portugal, validado esta quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Todos os anteriores casos suspeitos deram negativo.

Esta nova suspeita está relacionada com "uma doente proveniente de Milão, que foi encaminhada para o Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ)", um dos hospitais referência para estas situações indica a DGS, em comunicado enviado às redações.

Vão agora ser "realizadas colheitas de amostras biológicas para análise pelo CHUSJ", refere a DGS.

Já nesta manhã de quarta-feira, a DGS informou que as análises ao homem suspeito de infeção pelo novo coronavírus (COVID-19), que tinha sido encaminhado para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, deram negativo, "após realização de análises laboratoriais pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, com duas amostras biológicas negativas".

Este homem tinha sido encaminhado para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa na terça-feira (25 de fevereiro), depois de ter sido analisado à chegada de uma viagem a Milão.

Na terça-feira, a DGS já tinha avançado que os resultados das análises ao 16.º caso suspeito, encaminhado para o Hospital de São João, no Porto, tinham sido negativos.

Até agora, o único caso conhecido de um português infetado pelo novo vírus é o de um tripulante de um navio de cruzeiros que está hospitalizado no Japão.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência internacional e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão nos últimos dias.

Com Lusa.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG