Chamas saem de Aljezur e dirigem-se para Vila do Bispo e Lagos

O incêndio que deflagrou na sexta-feira à tarde em Aljezur, no distrito de Faro, já não está naquele concelho, tendo-se dirigido para os concelhos vizinhos de Vila do Bispo e de Lagos, disse o presidente da câmara de Aljezur.

"O incêndio iniciou-se em Aljezur, mas já não está no concelho. Agora está em Vila do Bispo e em Lagos", indicou José Gonçalves à agência Lusa pelas 23:35 de sexta-feira.

De acordo com o autarca, o fogo "não fez muitos estragos" no seu concelho, tendo "ardido algum mato, mas nada de muito relevante".

Segundo José Gonçalves, o maior problema é o vento, que tem "estado a soprar predominantemente de Norte" e que é o motivo de "maior preocupação" das autoridades.

O presidente da câmara acredita que, por causa do vento, o incêndio terá ainda alguma dimensão durante a noite.

Contactado pela Lusa, pelas 23.40, o presidente da Câmara de Lagos, Hugo Pereira, disse que as chamas ainda não tinham, àquela hora, entrado no seu concelho, mas "estavam a aproximar-se".

"Está mesmo nos limites", afirmou.

O incêndio florestal que deflagrou pelas 12:55 de sexta-feira em Aljezur continuava na sexta-feira à noite a lavrar com duas frentes ativas.

"O incêndio mantém-se ativo, com duas frentes que progridem com intensidade sob influência do vento que se mantém forte", adiantou cerca das 22:20 fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro à agência Lusa.

O comando que dirige o combate ao incêndio prevê que, "com o reposicionamento de meios e entrada de humidade e decréscimo da velocidade do vento, os trabalhos corram favoravelmente para o combate" durante a noite, depois de os meios aéreos, que chegaram a ser 11 durante o dia, terem deixado de trabalhar ao pôr-do-sol.

Àquela hora mantinham-se interditos alguns troços da Estrada Nacional 125, nomeadamente junto a Bensafrim/Barão de São João e entrada da Carrapateira, segundo a fonte do CDOS.

De acordo com a página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, às 00:00 de hoje estavam mobilizados para o incêndio 451 operacionais e 136 meios terrestres.

(Atualizado às 00.30)

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG