Médica agredida por utente na urgência do Hospital de Setúbal

Violência da agressão obrigou a que a médica fosse sujeita a uma pequena cirurgia em Lisboa, Já teve alta. Administração do Hospital de São Bernardo diz que caso está entregue as autoridades.

Uma médica do Hospital São Bernardo, em Setúbal, foi agredida por uma utente durante a madrugada desta sexta-feira quando prestava serviço de urgência. A agressão ocorreu cerca das 00.45 horas. A mulher entrou no gabinete da médica e agrediu-a com violência, tendo causado um ferimento num olho que obrigou a profissional de saúde a ter se sujeitar a uma pequena cirurgia no Hospital de São José, em Lisboa. Já teve alta.

A mulher, ainda jovem, estaria acompanhada por alguns familiares e foi identificada pela PSP, após uma intervenção inicial de um segurança do hospital. A agressora ficou em liberdade mas o inquérito prossegue e irá responder pelos seus atos.

O conselho de administração do Hospital de São Bernardo confirmou o incidente. Em comunicado refere que "no exercício das funções da prestação de cuidados aos utentes os profissionais de saúde estão sujeitos a riscos que tentamos minimizar".

"O Centro Hospitalar de Setúbal está a dar todo o apoio à profissional visada", salienta a administração, que acrescenta que "o incidente foi encaminhado para as entidades competentes".

As agressões a profissionais de saúde, médicos e enfermeiros, têm aumentado, Só nos primeiros seis meses de 2019 foram registados 637 casos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG