José Castelo Branco detido por suspeita de furto de um perfume no aeroporto

Identificado pela PSP, foi notificado para comparecer no Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa. Foi o próprio Castelo Branco que revelou o caso na sua conta de Instagram, através de um vídeo.

José Castelo Branco foi nesta quarta-feira à tarde detido e notificado para comparecer na quinta-feira no tribunal como suspeito do furto de um perfume numa loja do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Foi a funcionária da loja da zona franca que chamou um segurança quando deu conta do alegado furto. Foi alertada a PSP e Castelo Branco foi levado, sob detenção, para a esquadra do aeroporto, onde foi identificado, constituído arguido e notificado para comparecer na quinta-feira no Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa, segundo adiantou o Jornal de Notícias.

O incidente foi divulgado pelo próprio José Castelo Branco na sua conta de Instagram através de um vídeo em direto. "Estou aqui no aeroporto parado, porque a menina onde eu ia pôr o perfume da Dior mandou-me para outro sítio. Ia comprar cigarros e só me queria perfumar, entretanto ela foi chamar a segurança para ficar famosa", relatou o ex-participante do reality show Quinta das Celebridades.

Minutos depois publicou um novo vídeo seguinte e assegurava estar "detido". "Darlings, vocês não acreditam mas eu agora estou detido, nem sequer vou poder embarcar."

Mais tarde, a conta de Instagram passou a ser privada e ficou apenas acessível a seguidores.

Supostamente, José Castelo Branco preparava-se para embarcar rumo a Nova Iorque, o que não veio a acontecer.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG