PSP apanhou 367 condutores a falar ao telemóvel no espaço de uma semana

Durante a operação "Phone off", cerca de 52 condutores foram apanhados a falar ao telemóvel enquanto conduziam.

A PSP multou 367 condutores por uso do telemóvel ao volante durante os sete dias da operação "Phone off" que decorreu em todo o país, anunciou esta segunda-feira aquela força de segurança.

Entre 06 e 12 de maio, a Polícia de Segurança Pública realizou uma operação direcionada à utilização do telemóvel durante a condução no sentido de prevenir comportamentos de risco nas estradas, tendo fiscalizado 11.907 viaturas.

Em comunicado, a PSP avança que, no total, foram registadas 367 infrações por uso indevido do telemóvel durante a condução, significando uma média de 52 autos por dia, além das 32 detenções por condução sob influência do álcool, 15 detidos por falta de habilitação legal para conduzir e 635 contraordenações por excesso de velocidade.

No comunicado, a PSP indica ainda que foram realizadas 450 operações específicas e empenhados 1.808 polícias e 680 viaturas, além de outro equipamento técnico.

No mesmo período, a GNR realizou uma operação semelhante, denominada "Smartphone, Smartdrive", em que registou 649 infrações por uso indevido do telemóvel durante a condução.

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.