Linhó: Televisões, PlayStations e telemóveis apreendidos em celas

Numa semana, 73 celas foram passadas a pente fino no Estabelecimento Prisional do Linhó. Elementos do Corpo de Intervenção e Segurança Prisional com apoio de cães treinados apreenderam material variado.

Em três horas, foram feitas buscas seletivas a 33 celas, o que permitiu apreender telemóveis, objetos cortantes, estupefacientes, televisões, consolas de jogos, etc.

Esta é a segunda rusga que a Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais realiza numa semana no Estabelecimento Prisional do Linhó. No dia 13 de maio, foram feitas buscas a 40 celas, na noite de ontem, dia 22, foram passadas a pente fino mais 33.

As buscas foram coordenadas pela Direção de Serviços de Segurança desta Direção Geral tendo e vista a prevenção e o combate de entrada e circulação de produtos e bens ilícitos naquela prisão.

De acordo com um comunicado da DGRSP, a busca resultou na apreensão de 13 telemóveis, diversos carregadores, diversos cartões de telemóvel e auriculares, um objeto cortante artesanal, duas barras de ferro, quatro gramas de substâncias, presumivelmente estupefacientes, bem como de equipamento elétrico autorizado (como televisores e PlayStations) mas que apresentavam quebra dos selos de segurança.

Este material junta-se ao apreendido na semana passada: "14 telemóveis, carregadores artesanais, quatro "pen drives", quatro objetos cortantes artesanais, duas seringas, 25 comprimidos e dois frascos de anabolizantes, pequenas quantidades de substâncias presumivelmente estupefacientes, cinco garrafas de bebida alcoólica produzida artesanalmente e 20 euros em dinheiro."

O Estabelecimento do Linhó tem sido notícia desde que chegou às redes sociais a transmissão de uma festa de aniversário filmada por um recluso, no dia 20 de abril. Antes tinha havido também incidentes no Estabelecimento Prisional de Paços Ferreira, através de telemóvel e das redes sociais.

Esta ação, segundo informa a DGRSP, decorreu sem qualquer tipo de incidentes e os reclusos em cuja posse foram apanhados os objetos e bens ilícitos serão objeto do procedimento disciplinar e/ou criminal previstos na Lei.

Exclusivos