Esta vai ser uma semana de calor, com máximas de 40 graus

"Durante esta próxima semana, em Portugal, Espanha, França e, progressivamente, nos países da Europa Central e do Norte, irão registar-se valores muito elevados de temperatura", anuncia o IPMA.

O verão, que dura há um mês (e um dia), tem sido notícia pela sua moderação. Mas uma "informação especial" do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) anuncia um aumento do calor.

A partir de hoje, segunda-feira, 22, uma subida da temperatura vai fazer-se sentir, "no território do continente, em especial nas regiões mais interiores". Em Castelo Branco, Portalegre, Évora, Beja e Santarém a "temperatura máxima atingirá valores de 40°C, ou próximos", anuncia o IPMA. Já no litoral norte (Viana, Porto, Aveiro e Leiria), as temperaturas não chegarão aos 30 graus. Em Lisboa, as máximas oscilam entre os 30 e os 33 graus.

Esta é uma previsão de calor que afetará, também, o centro e o sul de Espanha e várias regiões de França, onde se preveem "valores máximos entre 35 e 40 °C".

A explicação encontra-se num anticiclone na costa francesa do Mediterrâneo: "Esta subida da temperatura do ar deve-se à persistência de uma região de altas pressões sobre o Mediterrâneo Ocidental e França - situação de bloqueio - e ao consequente transporte de ar muito quente do Norte de África e do interior da Península Ibérica."

Ainda assim, a previsão do IPMA aponta para uma "menor intensidade" do que a que se verificou na onda de calor do final do mês passado: "Embora haja semelhanças entre esta situação meteorológica e aquela que originou a onda de calor na Europa no final de junho de 2019, a previsão desta situação, para alcance de uma semana, evidencia uma situação de menor intensidade e de menor persistência do que a verificada no passado mês de junho."

Exclusivos