A hora mudou: sempre nos tiraram 60 minutos de "quarentena"

A hora mudou e por isso este domingo tem menos 60 minutos. A próxima mudança, em sentido inverso, será em 25 de outubro.

Em Portugal continental, quando foi 1h00 da manhã deste domingo, o relógio foi adiantado para as 2h00. Na Madeira, a mesma coisa, pois a região regula-se com pelas horas do continente.

Nos Açores, porém, foi diferente (porque no arquipélago o relógio está atrasado uma hora em relação ao resto do país). Aí o relógio adiantou-se às 00h00 de domingo para a 1h00.

Seja como for, em ambos os casos, o domingo conta menos 60 minutos - e assim sempre é uma horita a menos no "dever geral de recolhimento" a que o país está obrigado pelo estado de emergência decretado na sequência do covid-19.

O atual regime de mudança da hora é regulado por uma diretiva (lei comunitária) de 2000, que prevê que todos os anos os relógios sejam, respetivamente, adiantados e atrasados uma hora no último domingo de março e no último domingo de outubro, marcando o inicio e o fim da hora de verão.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG