Abusava sexualmente das duas filhas e da mulher. PJ faz detenção em Famalicão

Agressor e vítimas viviam na mesma habitação numa freguesia de Vila Nova de Famalicão. Homem é suspeito de crimes de abuso sexual de crianças, abuso sexual de menores dependentes, violação e violência doméstica

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta terça-feira a detenção de um homem "fortemente indiciado pela prática de crimes de abuso sexual de crianças, abuso sexual de menores dependentes, violação e violência doméstica", numa operação a cargo do Departamento de Investigação Criminal de Braga

Segundo a PJ, as vítimas do agressor de 44 anos são, respetivamente, as suas filhas, com 21 e 13 anos de idade, e a esposa, com 39 anos de idade. "Residiam todos, agressor e vítimas, numa habitação comum, sita numa freguesia do concelho de Vila Nova de Famalicão. Os abusos sexuais com a filha mais velha começaram quando esta tinha 13 anos de idade, e continuaram com caráter de regularidade até ao presente, ocorrendo habitualmente na habitação da família, mas também noutros locais. Com a filha mais nova os abusos sexuais iniciaram-se em meados do passado mês de junho, no interior da habitação da família", lê-se em comunicado enviado às redações.

A força policial acrescenta ainda que tomou conhecimento do caso na tarde desta segunda-feira, tendo iniciado logo a investigação que permitiu a "recolha de inúmeros indícios da prática dos crimes" e, em sequência, a detenção deste homem, que será hoje presente a tribunal em Vila Nova de Famalicão para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação.

Segundo a PJ, o detido "impôs no seio familiar um clima de medo e insegurança constantes, que passavam por infligir maus tratos físicos e psíquicos às vítimas, e pelo permanente controlo das suas movimentações e vivência em sociedade".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG