Sair de casa sem máscara vale multa de 100 euros na Catalunha

Medida entra em vigor nesta quinta-feira e visa conter surtos do novo coronavírus que se registam na região espanhola.

O uso da máscara em espaços públicos é obrigatório em toda a região da Catalunha a partir desta quinta-feira. As multas a quem desrespeitar esta regra serão no valor de 100 euros. Mesmo que a distância de segurança de 1,5 metros entre as pessoas seja cumprida ou a área esteja numa boa situação epidemiológica, a máscara será obrigatória.

A implementação desta medida coincide com a crise de saúde em Lleida, onde um forte surto de Covid-19 forçou os 200.000 habitantes da região de Segrià a serem confinados. "As máscaras na Catalunha serão obrigatórias. Não apenas em Segrià, será em toda a Catalunha ", disse Quim Torra, presidente da Generalitat.

Depois da Catalunha, as ilhas Baleares anunciaram uma medida idêntica, com o uso obrigatório de máscara em todos os locais públicos, de forma a combater a Covid-19 depois de surgirem surtos em Ibiza e Maiorca.

Com a decisão, a Generalitat da Catalunha separa o uso da máscara da distância de segurança - antes o equipamento de proteção era obrigatório apenas nos locais onde não fosse possível manter uma separação física entre pessoas de 1,5 metros. "A regra geral é que todas as pessoas saem de casa com uma máscara, mas as exceções das primeiras resoluções permanecem, como praticar desportos", disse a conselheira para a Saúde, Alba Vergés.

O que não ficou muito claro, no entanto, é como essas exceções serão articuladas, como nas praias ou nas colónias de crianças. "A regra geral é que todos saiam de casa com a máscara, seja para ir à praia ou ir trabalhar. Quando a atividade for incompatível com o uso de uma máscara, é quando se pode tirá-la, mas com segurança", afirmou a responsável da Saúde.

De qualquer forma, estar sem máscara na rua ou em espaços fechados, que sejam abertos ao público, pode custar uma multa de 100 euros, alertou Alba Vergés.

O governo regional considera que o uso obrigatório da máscara, independentemente da manutenção da distância física entre as pessoas, ajudará a conter o atual surto de coronavírus em Lleida - já com mais de 500 afetados - e também é uma forma de evitar futuros surtos na Catalunha.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG