Reino Unido aposta em novos testes com resultados em 90 minutos

Os dois novos testes vão ser colocados nos serviços de saúde britânicos nas próximas semanas e o governo diz que serão muito úteis para o Inverno pois podem detetar a covid-19 e a gripe.

Dois novos testes de 90 minutos que podem detetar o novo coronavírus e a gripe serão lançados no Reino Unido em lares e hospitais a partir da próxima semana.

Um teste por zaragatoa e outro de ADN pela saliva ajudarão a distinguir entre a covid-19 e outras doenças sazonais, anunciou o governo britânico.

O ministro de saúde Matt Hancock disse que será "extremamente benéfico" durante o inverno.

Atualmente, três quartos dos resultados dos testes são conhecidos em 24 horas e um quarto pode levar até dois dias.

O anúncio foi divulgado quando o governo adiou a meta de julho para testar regularmente nos lares, entre funcionários e residentes, dizendo que o número de kits de testes é limitado.

Quase meio milhão dos novos testes rápidos de zaragatoa, chamados LamPORE, estarão disponíveis a partir da próxima semana em clínicas e hospitais, com outros milhões a serem lançados até final do ano.

Além disso, milhares de máquinas de teste de ADN, que já foram usadas em oito hospitais de Londres, serão lançadas nos hospitais do NHS [Serviços Nacional de Saúde britânico] a partir de setembro.

Cerca de 5.000 máquinas fornecerão 5,8 milhões de testes nos próximos meses, informou o Ministério da Saúde.

Atualmente, não há dados disponíveis publicamente sobre a precisão dos novos testes, mas John Bell, professor de medicina na Universidade de Oxford, que assessora o governo nos testes, disse que produzem a mesma "sensibilidade" que os testes de laboratório.

O ministro da Saúde Matt Hancock descreveu estas últimas inovações nos testes de coronavírus como "salvadoras de vidas".

Hancock acrescentou: "Milhões de novos testes rápidos de coronavírus fornecerão resultados no local em menos de 90 minutos, ajudando-nos a quebrar rapidamente as cadeias de transmissão. O facto de estes testes detetarem a gripe, assim como o covid-19, será extremamente benéfico à medida que avançamos no inverno, para que os pacientes possam seguir os conselhos certos para se protegerem e aos outros".

O ministro da Economia, Nadhim Zahawi, disse à BBC que 450.000 testes LamPORE serão lançados a partir da próxima semana e, em seguida, as máquinas de teste DnaNudge entrarão nos laboratórios do NHS, com a esperança de fornecer capacidade para testes de 5,8 milhões nos próximos meses.

Contudo há especialistas que estão céticos em relação a estes testes, apontando que a sua eficácia não está comprovada. "Repetidamente, durante a pandemia, o governo acelerou a compra de testes com base nas alegações do fabricante e descobriu mais tarde, quando estudos independentes são realizados, que os testes não têm desempenho adequado para uso no NHS", disse o professor Jon Deeks, da Universidade de Birmingham, citado pelo jornal The Guardian.

"Esperamos que o governo aguarde avaliações adequadas e considere as evidências científicas de todos os testes disponíveis antes de assinar outros contratos. Os erros cometidos na compra de testes desperdiçaram milhões de libras e colocam vidas em risco", acrescentou.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG