Não o deixam ver a mulher no hospital. Este italiano de 81 anos faz-lhe uma serenata da rua

Stefano Bozzini pegou no acordeão e tocou as músicas preferidas da mulher debaixo do seu quarto de hospital.

Impedido peças regras sanitárias de ver a mulher desde que esta fora internada, há mais de uma semana, devido às regras sanitárias impostas pela pandemia de covid-19, Stefano Bozzini decidiu resolver as coisas à sua maneira. E com música. O italiano de 81 anos sentou-se na rua junto ao hospital em Castel San Giovanni, na região de Emilia-Romagna, no Norte de Itália, e começou a tocar o seu acordeão.

Enquanto a mulher, Carla Sacchi, com quem é casado há 47 anos, assistia à cena da janela do segundo andar do hospital que apesar de não receber doentes de covid-19 não permite as visitas para proteger os pacientes do vírus, o filho Maurizio filmava o momento, num vídeo que está a dar a volta ao mundo.

O repertório foi o preferido de Carla, com Spanish Eyes de Engelbert Humperdinck a abrir as hostilidades.

Vestido com uma camisola vermelha, calças azuis e um chapéu com uma pena, sem esquecer a máscara obrigatória nas ruas de Itália, Stefano Bozzini arrancou uns "bravo" admirativos a quem por ali passava e o ouviu tocar, com alguém a comentar no vídeo: "que bonito, este homem está a fazer uma serenata à mulher que está internado"

Segundo a agência noticiosa italiana ANSA, Bozzini é um ex-militar que serviu nos Alpini, a tropa de montanha do exército italiano, fazendo o chapéu parte do uniforme. No exército era conhecido como o "Gianni Morandi dos Alpes", porque estava sempre a tocar acordeão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG