Multidão queima vivas sete pessoas suspeitas de bruxaria no Malawi

As vítimas foram encontradas com ossos humanos

Uma multidão queimou vivas sete pessoas suspeitas de tráfico de ossos humanos, no Malawi, declarou hoje a polícia. Os ossos são frequentemente utilizados em práticas de bruxaria, o que levou à ira da população.

As vítimas "foram encontradas com ossos humanos e a multidão decidiu queimá-los" com gasolina, na terça-feira, no distrito de Nsanje, sul do Malawi, disse à agência France Presse um responsável da polícia, Kirdy Kaunga.

Nenhuma pessoa foi detida pela polícia.

Exclusivos