Líder da Al-Qaeda é dado como morto por "causas naturais"

Ayman al-Zawahiri, o sucessor de Bin Laden na liderança do grupo terrorista islâmico, terá morrido de um ataque de asma há um mês, segundo fontes paquistanesas. Esta informação não foi, no entanto, confirmada por nenhum jornalista ou agência ocidental.

O líder do grupo terrorista islâmico Al-Qaeda, Ayman al-Zawahiri, terá morrido há cerca de um mês, de causas naturais, no Afeganistão. O facto está a ser avançado por alguns media internacionais citando fontes paquistanesas, mas tal não foi ainda confirmado por qualquer jornalista ou agência de informações ocidentais.

Ainda segundo as mesmas fontes, al-Zawahiri, médico de origem egípcia, sofria de asma e não tinha acesso a tratamentos. Supostamente, morreu de insuficiência respiratória.

A última vez que houve notícia do sucessor de Bin Laden foi por ocasião do aniversário dos atentados do 11 de setembro, numa mensagem gravada, segundo escreve a France-24.

Esta não é, no entanto, a primeira vez que Ayman al-Zawahiri é dado como morto, pelo que até o seu desaparecimento possa ser confirmado de forma mais concreta será prudente tratar esta informação com alguma reserva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG