Joe Biden promete escolher uma mulher para vice-Presidente

Também Sanders garantiu que ia escolher "provavelmente" uma mulher para o cargo de vice-Presidente.

O favorito à nomeação democrata para as presidenciais norte-americanas Joe Biden comprometeu-se, no domingo, a escolher uma mulher como candidata à vice-presidência nas eleições de novembro.

"Numerosas mulheres têm qualidades para serem Presidentes no futuro. Vou escolher uma mulher como vice-Presidente", afirmou Joe Biden, num debate televisivo com o rival democrata, o senador Bernie Sanders.

Também Sanders garantiu que ia escolher "provavelmente" uma mulher para o cargo de vice-Presidente.

"Para mim, não se trata apenas de designar uma mulher, trata-se de nomear uma mulher progressista", disse o senador.

Inicialmente, seis mulheres estavam na corrida para a nomeação democrata, mas agora o duelo está reduzido aos dois septuagenários.

A candidata democrata Tulsi Gabbard, membro da Câmara dos Representantes pelo Havai, continua formalmente na corrida à nomeação democrata, mas sem qualquer hipótese de vencer.

Os nomes da senadora Kamala Harris, que abandonou as primárias em dezembro, e da senadora Elizabeth Warren, última candidata a desistir, contam-se entre aqueles que surge com frequência para integrar o 'ticket' com o futuro pretendente à Casa Branca.

Tradicionalmente, os candidatos à presidência anunciam o nome do escolhido para vice-Presidente no verão.

Nenhuma mulher foi eleita Presidente dos Estados Unidos, nem vice-Presidente.

Em 2016, a democrata Hillary Clinton foi dada como a grande favorita para a Casa Branca, mas acabou por ser derrotada pelo republicano Donald Trump.

Em 2008, o candidato republicano John McCain escolheu Sarah Palin como candidata à vice-presidência, mas perdeu para o antigo Presidente norte-americano Barack Obaka e para o vice-Presidente Joe Biden.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG