Tempestade danifica minaretes do Taj Mahal

Ventos com cerca de 130 km/h fizeram cair duas estruturas de quatro metros

Uma tempestade danificou dois minaretes, localizados em diferentes entradas, do Taj Mahal. Os quatro minaretes restantes que circundam o icónico edifício ficaram intactos.

Ventos na ordem dos 130 km/h fizeram cair as duas estruturas que têm cerca de quatro metros de altura.

Um dos minaretes destruídos estava na entrada real, onde a maioria dos visitantes - são cerca de 12 mil por dia - têm o primeiro vislumbre do Taj Mahal, um dos monumentos mais populares em todo o planeta.

Explica a BBC que o outro minarete destruído estava no portão sul e que já começaram os processos que visam restaurar as estruturas danificadas.

O Taj Mahal tem sofrido bastante com a poluição e a construção civil próxima do monumento e o órgão que gere os monumentos da Índia já indicou que o monumento está em risco de perder o brilho e até parte da estrutura devido aos níveis de poluição na cidade de Agra, no norte indiano.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...