"Pânico peludo" invade cidade da Califórnia

Bolas gigantes de ervas daninhas "barricaram" moradores dentro das suas casas

Millhares de ervas secas empurradas por ventos fortes transformaram a cidade de Victorville, no estado da Califórnia, no cenário de um filme de terror. As bolas gigantes chamadas de "tumbleweed" ou "pânico peludo" - que nos habituámos a ver, em muito menor dimensão, nos western -, cobriram casas inteiras, invadiram ruas e lançaram o caos na zona.

"É uma invasão, definitivamente", disse Tanya Speight, citada pelo The Guardian "Normalmente encontramos algumas a voar na rua ou algo assim, mas nunca tantas. Nunca foi tão mau como agora", disse a moradora.

Um dos residentes em Victorville ficou duas horas preso no interior de casa até que as autoridades e os serviços de emergência removessem as bolas gigantes de ervas secas da porta da frente e da garagem da residência.

"Havia uma centena desses arbustos. Fluíam como se fosse um tornado", contou uma outra moradora, Nav Mangat.

Segundo o jornal britânico, a porta-voz da cidade estimou que entre 100 a 150 casas tenham sido afetadas pelo ataque de "tumbleweed".

Victorville, uma cidade localizada a nordeste de Los Angeles, é frequentemente fustigada por este tipo de ervas daninhas. No entanto, ventos de 60 quilómetros por hora acabaram por desencadear uma "avalanche" de bolas de ervas secas, que os moradores foram fotografando e partilhando as imagens nas redes sociais.

O Departamento de Bombeiros e uma empresa especializada ajudaram a remover as milhares de ervas daninhas, uma tarefa inglória devido à velocidade do vento que arrastou as "tumbleweed" de volta a locais já limpos.

"O objetivo principal é limpar a frente das casas, remover as ervas para permitir que os moradores tenham acesso seguro às suas casas", disse Sue Jones, porta-voz da cidade, ao Daily Press.

Veja o vídeo:

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.