Marcelo repudia "episódio de violência" em Estrasburgo

Presidente da República manifestou esta terça-feira à noite a solidariedade ao seu homólogo francês, Emmanuel Macron

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou esta terça-feira à noite a solidariedade ao seu homólogo francês, Emmanuel Macron, após um tiroteio na cidade de Estrasburgo ter feito pelo menos quatro mortos, e repudiou "este episódio de violência".

Numa nota publicada no site da Presidência da República é referido que, "ao tomar conhecimento do ataque que hoje teve lugar em Estrasburgo, o Presidente da República endereçou uma mensagem de solidariedade ao Presidente Emmanuel Macron".

De acordo com a nota, Marcelo Rebelo de Sousa "expressou ainda a fraternal amizade de Portugal para com a França neste momento difícil, vincando o mais firme repúdio por este episódio de violência, e sublinhando a importância da unidade europeia na defesa dos valores que unem as sociedades livres e democráticas".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".