"Grande muralha de Calais". Reino Unido e França constroem muro para travar imigração

Vista aérea da "Selva" de Calais

O muro deverá estar pronto até ao final do ano para impedir a entrada de migrantes no Reino Unido

O Reino Unido anunciou esta quarta-feira que vai construir um muro na cidade de Calais, a norte de França, para impedir que migrantes tentem entrar nas ilhas britânicas através do Canal da Mancha. O muro estará concluído até ao final do ano, segundo o ministro do Interior inglês.

A "Grande Muralha de Calais", como já está ser chamada pelos meios de comunicação ingleses, vai ter quatro metros de altura e um quilómetro de comprimento ao longo da estrada de acesso ao porto de Calais. A construção, que deverá começar este mês, será totalmente financiada pelo governo britânico e deverá custar cerca de 2.7 milhões de euros.

"Nós vamos começar a construir este grande muro em breve", afirmou o ministro do Interior inglês, Robert Goodwill. "Nós construímos uma cerca, e agora vamos construir um muro".

A construção deste muro foi acordada em março entre a França e o Reino Unido. Espera-se que a nova barreira impeça os milhares de migrantes que neste momento estão na "Selva de Calais", o campo de refugiados improvisado na cidade francesa, de chegarem ao Reino Unido.

Esta semana foi organizada uma manifestação que pedia o desmantelamento do campo de refugiados, pois os mais de sete mil migrantes que ali vivem estão a perturbar o normal funcionamento da zona.

Camionistas e empresas de transportes queixam-se que os refugiados várias vezes atacam os camiões que vão para o Reino Unido e tentam entrar nos veículos para passarem despercebidos pelas autoridades. Os habitantes de Calais dizem que as máfias de tráfico humano são um risco à segurança e que a cidade não aguenta mais.

Estima-se que todos os dias cheguem entre 40 a 80 pessoas à "Selva", a maioria vindos do Afeganistão, Somália, Sudão e do Curdistão, e com o objetivo de chegar ao Reino Unido.

O muro anunciado pelo Reino Unido é mais uma das barreiras físicas que têm sido construídas pela Europa para travar a imigração. A Hungria anunciou que construiria um muro na fronteira com a Sérvia em 2015 e a Áustria anunciou que faria o mesmo na fronteira com a Hungria.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Mundo
Pub
Pub