Governo da Venezuela anuncia regresso da luz elétrica a todo o país

O ministro da comunicação Jorge Rodríguez garantiu que o serviço foi restabelecido a 100% e anunciou o retomar da atividade laboral

O governo da Venezuela anunciou que foi restabelecida a energia elétrica a 100% no país, depois de um apagão que durou uma semana e levou mesmo o autoproclamado presidente Juan Guaidó a entregar na Assembleia Nacional um pedido para que fosse decretado o estado de emergência em todo o país.

A informação foi transmitida por Jorge Rodríguez, ministro da comunicação venezuelano, garantindo no entanto que "as atividades são retomadas as atividades laborais" esta quinta-feira, embora admita que as escolas permaneçam "suspensas por mais 24 horas". Este membro do governo de Nicolás Maduro esclareceu no entanto que "continuam por resolver alguns problemas com transformadores que foram sabotados" nos municípios de Baruta e El Hatillo, razão pela qual o serviço de energia "só foi restaurado a 60%", prometendo para breve a total regularização da situação.

O governo venezuelano anunciou ainda o restabelecimento de 80% do fornecimento de água potável em todo o território, depois de este serviço ter sido afetado por causa de um alegado "um ciberataque ao sistema elétrico" que afetou o sistema de bombeamento da água para a rede pública.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.