Detido homem que tentou assaltar banco mascarado de idoso

Um ex-funcionário de uma agência bancária foi detido na segunda-feira depois de ter tentado assaltar um banco, disfarçado de idoso, informaram fontes policiais.

A Polícia Militar do estado de Santa Catarina (sul) disse que o homem utilizou uma máscara de silicone para parecer um idoso, óculos escuros e uma boina, de forma a passar despercebido e assaltar um banco da cidade de Jaraguá do Sul.A ocorrência foi registada pela polícia, no centro da cidade, por volta das 11 horas.

O homem era um ex-funcionário da agência bancária. Invadiu a agência bancária com a arma de plástico, pediu para ser levado ao cofre e ainda fez alguns reféns. "Ele estava sozinho e quando percebeu que não seria possível tirar algum valor ou sair com algum dinheiro, entrou em desespero e, durante a confusão, atirou-se da janela", disse o comissário Daniel Dias a uma rádio local.

Na fuga, ao saltar de uma janela do prédio do banco, o homem partiu a perna ao cair em cima de um carro que se encontrava na rua. Foi, então, levado para o hospital e só depois para a prisão.

Este é o segundo caso nos últimos dias em que uma máscara de silicone é usada para cometer um crime no Brasil.

No início do mês, o líder de um gangue brasileiro Clauvino da Silva foi apanhado por guardas prisionais quando tentava fugir da cadeia, vestido com as roupas da filha que o tinha ido visitar, uma máscara de silicone feminina e uma peruca de longos cabelos pretos.

Dois dias mais tarde, o recluso foi encontrado morto na cela, informou a Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) do estado do Rio de Janeiro. Clauvino da Silva, de 42 anos, que cumpria pena de 73 anos e dez meses de prisão por tráfico de droga, morreu aparentemente enforcado com um lençol, indicaram as autoridades locais.