Ataque a base militar no Mali fez 21 mortos

O ataque registou-se numa área com forte presença de extremistas islâmicos.

Vinte e um soldados do Mali morreram este domingo num ataque a uma base militar em Dioura, no centro de Mali, disseram fontes locais, atualizando os números inicialmente divulgados que apontavam para 15 vítimas mortais.

A operação foi levada a cabo por um grupo terrorista liderado por um desertor que passou nas fileiras 'jihadistas' em 2012, segundo as mesmas fontes.

O campo das Forças Armadas do Mali em Dioura, a este da capital da região, Mopti, foi atacado durante a noite, por um "grupo chegado de moto e a bordo de veículos", segundo descreveu uma fonte à AFP.

O ataque registou-se numa área com forte presença de extremistas islâmicos. Na semana passada, sete soldados foram mortos em ataques à bomba na estrada.

Apesar da presença de várias missões militares no Mali - das Nações Unidas, do G5-Sahel, de França -, a violência extremista persiste no país africano, com 237 ataques registados em 2018.

Ler mais

Exclusivos