Eduardo Bolsonaro para Frota: "Era menos promíscuo quando fazia porno"

Filho de Bolsonaro e ex-aliado do presidente arrancam gargalhadas dos deputados em comissão parlamentar para apurar fake news na campanha

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito instaurada no Congresso Nacional do Brasil para apurar a divulgação de informações falsas no último período eleitoral previa um embate entre os deputados Alexandre Frota, ex-indefetível apoiante de Jair Bolsonaro, e Eduardo Bolsonaro, filho do presidente. O embate foi rápido mas vivo.

Depois de Frota, que trocou o PSL pelo PSDB, ter revelado detalhes da relação próxima do presidente da República com Fabrício Queiroz, assessor do senador Flávio Bolsonaro que é o pivô de um escândalo milionário de corrupção, Eduardo, do PSL, falou.

"As pessoas têm aversão a esse tipo de conduta", afirmou. Com Frota a encará-lo, continuou "eu não tenho medo de cara feia, o senhor era menos promíscuo quando fazia filmes porno".

A provocação foi seguida de gargalhadas dos parlamentares, inclusivamente de Frota, que rebateu: "O senhor assistia muito. Eu sei que o senhor gosta".

Eduardo respondeu "não" e retirou-se para irritação de Frota. "Fala o que quer e sai, seu mimado", gritou o ex-ator.

Exclusivos