Donald Trump está clinicamente obeso

O boletim clínico do Presidente dos EUA foi ontem divulgado. Engordou dois quilos e vai ter de aumentar a dosagem do medicamento para o colesterol

Sean Conely anunciou esta quinta-feira os dados mais relevantes dos últimos exames clínicos realizados ao Presidente dos EUA. Trump está de "boa saúde", apesar do seu peso estar nos níveis de obesidade. Trump pesa agora 110 quilos - engordou cerca de dois quilos desde o início de 2018.

Outros médicos realçaram que o seu Índice de Massa Corporal (IMC) está agora no nível 30, o que é considerado clinicamente obeso.

Conley disse não ter encontrado problemas de relevo e que o check-up incluiu "olhos, ouvidos, nariz, boca, dentes / gengivas, coração, pulmões, pele, sistema gastrointestinal e neurológico". A única alteração foi a decisão de aumentar a dosagem do seu medicamento anticolesterol, Rosuvastatin, de 10mg para 40mg.

"É minha determinação que o Presidente permaneça de boa saúde", disse Conley durante breve comunicado divulgado pela Casa Branca e citado pela BBC.

Donald Trump não sofre de nenhum problema de saúde grave, tem apenas uma forma comum de doença cardíaca, mas já tinha sido desafiado a perder, pelo menos, cinco quilos. Em vez de emagrecer, engordou.

O Presidente dos EUA, de 72 anos, tem 1.80 metros e pesa 110 quilos. Aparentemente gosta de fast food e refrigerantes, e tem sido criticado por não ter cuidados com a alimentação e com o peso.

Não bebe álcool - garante que nunca bebeu, e também não fuma. Durante a campanha para a presidência chegou a divulgar uma carta de um médico que referia que ele seria "a pessoa eleita mais saudável desde sempre". Mais tarde, o suposto autor da carta disse que teria sido o próprio Trump a escrevê-la.

Em 2018, o médico Ronny Jackson disse que o Presidente tinha "genes incríveis" e que não era motivo de preocupação que apenas dormisse quatro ou cinco horas, uma vez que isso era parte da "sua natureza".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG