Desmoronamento de prédio na Índia deixa pelo menos 70 desaparecidos

Prémio de cinco andares e 47 apartamentos desmoronou-se na cidade de Mahad, no oeste da Índia

Pelo menos 70 pessoas poderão estar sob os escombros de um prédio de cinco andares e 47 apartamentos que se desmoronou na cidade de Mahad, no oeste da Índia, anunciou esta segunda-feira a polícia indiana.

"Para já, 15 pessoas foram resgatadas com vida e foram transportadas para o hospital", acrescentou a polícia de Mahab (120 quilómetros a sul de Mumbai), num comunicado, não adiantando pormenores sobre eventuais vítimas mortais.

As causas do incidente estão ainda por apurar, embora o desmoronamento de edifícios seja comum na Índia durante a época das monções (de junho a setembro).

As chuvas torrenciais afetam as fundações dos edifícios, deixando-os fragilizados.

As equipas de socorro, apoiadas com equipas cinotécnicas, estão já no local, indica-se, por outro lado, num comunicado da Força de Resposta a Catástrofes indiana.

As imagens mostradas por cadeias de televisão locais mostram a polícia e habitantes locais a procurar nos escombros por sobreviventes.

O imóvel demorou dez anos a ser construído em fundações "instáveis", declarou à cadeia de televisão TV9 Marathi, um antigo deputado de Mahad, Manik Motiram Jagtap.

"[O edifício] desmoronou-se como um baralho de cartas. Foi assustador", sublinhou.

As monções desempenham um papel capital no sul da Ásia, mas provocam também numerosas mortes e semeiam a destruição em grande escala, entre inundações e desmoronamentos de edifícios.

Desde o início do ano, as monções provocaram a morte a cerca de 1.200 pessoas, mais de 800 delas só na Índia.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG