Carro choca contra portão do gabinete de Merkel como forma de protesto

O condutor recebeu assistência no local, não havendo, para já, registo de outros feridos. A polícia está a investigar este incidente que ocorre no dia em que Angela Merkel vai estar reunida com os líderes dos 16 estados federados, no âmbito da evolução da pandemia de covid-19 no país.

O insólito aconteceu na manhã desta quarta-feira em Berlim. Um carro chocou contra o portão da frente do edifício da Chancelaria alemã, que abriga os escritórios da chanceler, Angela Merkel, aparentemente sem causar grandes danos, anunciou a polícia de Berlim.

As imagens divulgadas mostram que a viatura que embateu no portão tinha escritas mensagens de protesto.

"Acabem com as políticas de globalização" e "assassinos de crianças e idosos" eram as frases que estavam escritas a tinta branca nas laterais do carro.

Um incidente que está a ser investigado pela polícia e que ocorre num dia em que a chanceler alemã vai estar reunida com os líderes dos 16 estados federados para discutir possíveis restrições tendo em conta a evolução da pandemia no país.

Não há, para já, relatos de feridos, apenas que o condutor do Volkswagen Sedan foi visto a ser assistido numa ambulância no local.

O porta-voz da polícia, Hartmut Paeth, disse que as autoridades policiais estão a investigar o incidente, mas não forneceu detalhes sobre feridos ou detenções.

De acordo com a agência de notícias AFP, as equipas de socorro presentes no local confirmaram que o homem que conduzia o automóvel estava a ser tratado numa ambulância que permanecia em frente à chancelaria.

De acordo com as primeiras informações, segundo a agência de notícias EFE, o carro foi intencionalmente direcionado contra a cerca de segurança da Chancelaria, área fechada ao trânsito rodoviário e acessível apenas aos media e às delegações oficiais.

Terá sido um protesto contra a globalização

O ato parece ser um protesto contra a globalização, referiu ainda a EFE.

A viatura tem matrícula de Lippe, na Renânia do Norte-Vestfália, e foi afastada pelo corpo de bombeiros de Berlim, mostrando poucos sinais de danos além de alguns arranhões, segundo a AFP.

O portão de metal da chancelaria parecia ligeiramente dobrado.

O porta-voz da polícia, Hartmut Paeth, disse que as autoridades policiais estão a investigar o incidente, mas não forneceu detalhes sobre feridos ou detenções.

De acordo com a agência de notícias AFP, as equipas de socorro presentes no local confirmaram que o homem que conduzia o automóvel estava a ser tratado numa ambulância que permanecia em frente à chancelaria.

De acordo com as primeiras informações, segundo a agência de notícias EFE, o carro foi intencionalmente direcionado contra a cerca de segurança da Chancelaria, área fechada ao trânsito rodoviário e acessível apenas aos media e às delegações oficiais.

O ato parece ser um protesto contra a globalização, referiu ainda a EFE.

A viatura tem matrícula de Lippe, na Renânia do Norte-Vestfália, e foi afastada pelo corpo de bombeiros de Berlim, mostrando poucos sinais de danos além de alguns arranhões, segundo a AFP.

O portão de metal da chancelaria parecia ligeiramente dobrado.

Restrições para combater pandemia originam protestos na Alemanha

Não há ainda informações oficiais sobre o que motivou o incidente, mas acontece no dia em que Merkel se reúne com governadores estaduais para discutir as medidas de restrição impostas devido à pandemia do novo coronavírus.

A abordagem do Governo para desacelerar a pandemia do novo coronavírus e as restrições gozam de amplo apoio entre a maioria dos alemães, mas também geraram protestos violentos ocasionalmente em algumas das principais cidades.

A abordagem do Governo para desacelerar a pandemia do novo coronavírus e as restrições gozam de amplo apoio entre a maioria dos alemães, mas também geraram protestos violentos ocasionalmente em algumas das principais cidades.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG