Plural Companhia de Dança apresenta "Isto não é o meu corpo" em Lisboa

O espetáculo "Isto não é o meu corpo", com direção coreográfica de Diana Niepce e Mélanie Ferreira, vai ser apresentado pela Plural Companhia de Dança, na quarta-feira, no Auditório Camões, em Lisboa.

De acordo com a companhia, o espetáculo é o resultado de uma parceria entre a Fundação LIGA, da área da educação, saúde e reabilitação, e a Escola Superior de Dança (ESD).

Com interpretação de Beatriz Dias, Catarina Marques, Diana Niepce, Frederico Augusto, Margarida Sousa e Mélanie Ferreira, esta produção da Plural Companhia de Dança tem desenho de luz de Carlos Ramos e fotografia de Joaquim Leal.

A companhia, que tem vindo a desenvolver um trabalho pioneiro na área da inclusão há 20 anos, junta, em palco, bailarinos profissionais e bailarinos com deficiência, física ou cognitiva.

De acordo com a companhia, o espetáculo foi possível através de uma campanha pública de angariação de fundos, que terminou em janeiro.

"Somos uma frequência. Somos corpo. Somos paisagem sensorial. Somos sagrado. Somos energia. Somos movimento. Somos criaturas. Somos mutantes. Somos olhos que se encontram por entre bocas abertas. Somos risos, línguas e deformação", indica um texto da companhia sobre a coreografia.

A Plural Companhia de Dança é um projeto da Casa das Artes da Fundação LIGA e desenvolve a sua atividade artística desde 1995, tendo apresentado, desde então, espetáculos e outros projetos em Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido e Estados Unidos.

O espetáculo decorre às 21:30, no Auditório Camões, na rua Almirante Barroso, na zona de Picoas, em Lisboa.

AG

Exclusivos

Premium

Liderança

Jill Ader: "As mulheres são mais propensas a minimizarem-se"

Jill Ader é a nova chairwoman da Egon Zehnder, a primeira mulher no cargo e a única numa grande empresa de busca de talentos e recursos. Tem, por isso, um ponto de vista extraordinário sobre o mundo - líderes, negócios, política e mulheres. Esteve em Portugal para um evento da companhia. E mostrou-o.