Cinco alunos de São Tomé e Príncipe vão frequentar cursos profissionais em Santo Tirso

Santo Tirso, Porto, 23 abr 2019 (Lusa) - Cinco alunos de São Tomé e Príncipe vão a partir do ano letivo 2019/2020 e durante três anos frequentar a Escola Profissional Agrícola Conde São Bento, em Santo Tirso, ao abrigo de um protocolo, foi hoje anunciado.

O protocolo resulta de uma parceria entre a Câmara de Santo Tirso, a escola profissional, a Santa Casa da Misericórdia local e a Associação Liga das Comunidades de São Tomé e Príncipe, refere a nota de imprensa.

Os alunos são oriundos da cidade de Santana, na autarquia de Cantagalo, naquele país africano.

A ligação de Santo Tirso a Cantagalo remonta a 1994, "altura em que se tornaram cidades geminadas", lembrou o presidente da câmara, Joaquim Couto, citado pelo documento.

No âmbito do protocolo, a Escola Agrícola garantirá a formação e o alojamento na residência de estudantes bem como a alimentação nos períodos letivos e o material necessário para a formação, refere-se na nota.

A autarquia suportará "todas as despesas" enquanto a Santa Casa "garantirá o fornecimento das refeições" aos alunos fora do período não letivo, fins de semana e feriados, acrescenta o documento.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG