Zelensky ordena retirada de civis da região de Donetsk

A evacuação é obrigatória, com o presidente a dizer que ainda há milhares de pessoas na linha da frente dos ataques russos.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu neste sábado a retirada da população civil da região de Donetsk, cujas cidades são constantemente bombardeadas pelos russos.

"Foi tomada uma decisão governamental sobre a evacuação obrigatória da região de Donetsk", disse o presidente ucraniano no comunicado diário. "Por favor, saiam", acrescentou, afirmando que nesta fase da guerra a principal arma da Rússia é o "terror".

Zelensky alertou que milhares de pessoas, incluindo crianças, permanecem nas zonas de combate de Donetsk.

"Quanto mais pessoas deixarem a região de Donetsk, menos pessoas o exército russo matará", acrescentou.

O presidente disse que as questões de logística estão a ser tratadas. "Nós vamos ajudar. Não somos a Rússia. Faremos o possível para salvar o máximo de vidas humanas e limitar o terror russo o máximo possível", garantiu.

Mais cedo, a vice-primeira-ministra tinha também apontada a necessidade de sair antes de começar o frio, lembrando que a região não tem eletricidade, nem gás, e que não haverá aquecimento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG