Governo espanhol levanta na terça-feira a obrigação de uso de máscaras no exterior

O uso obrigatório de máscara no exterior estava em vigor em Espanha desde 24 de dezembro, com o objetivo de travar a propagação da variante Ómicron.

O Governo espanhol vai levantar na próxima terça-feira a obrigatoriedade de uso de máscara no exterior, uma medida em vigor desde 24 de dezembro para lutar contra a pandemia de covid-19, revelou esta sexta-feira a ministra da Saúde espanhola.

"Confirmo que na próxima terça-feira levaremos ao Conselho de Ministros o real decreto com o qual eliminaremos a obrigação de uso de máscaras no exterior", disse Carolina Darias numa entrevista na rádio espanhola Cadena Ser.

De acordo com a ministra, o fim da obrigatoriedade do uso de máscara deverá ser publicado na quarta-feira no Boletim Oficial do Estado (BOE), o equivalente em Portugal ao Diário da República, "e entre em vigor a partir de quinta-feira."

A aprovação pelo Conselho de Ministros tem lugar depois de o Governo ter convalidado a 1 de fevereiro último o decreto lei que tornou obrigatória a utilização de máscaras no exterior, exceto em casos do exercício de desporto individual ou em áreas naturais.

Esta imposição de máscaras ao ar livre tinha sido acordada a 22 de dezembro último, a fim de travar a propagação da variante Ómicron de covid-19, numa reunião do primeiro-ministro, Pedro Sánchez, com os presidentes de todas as regiões espanholas, que têm autonomia em questões de saúde.

A covid-19 provocou mais de 5,6 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência de notícias France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG