Premium Casillas a presidente. Quando os jogadores passam a mandar

O guarda-redes do FC Porto é candidato à presidência da Federação Espanhola, após uma carreira brilhante nos relvados. Se for eleito, será o início de uma caminhada seguida por outras estrelas do futebol mundial.

Iker Casillas prepara-se para avançar para a batalha eleitoral para o cargo de presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF). O ainda guarda-redes do FC Porto anunciou a sua intenção através de uma publicação nas redes sociais, no dia 17 de fevereiro, cerca de um mês depois de ter sido desafiado por Javier Tebas, presidente da Liga espanhola, a avançar para tentar ganhar a eleição ao atual presidente Luis Rubiales.

Aos 38 anos, Casillas tem pela frente um novo caminho, trocar as luvas pelo fato e gravata e os relvados pelos gabinetes. Uma decisão que terá acabado por ser menos complicada de tomar depois de em maio de 2019 ter sofrido um enfarte agudo do miocárdio que o obrigou a deixar os relvados por tempo indeterminado. Foi um duro golpe na carreira de um dos mais titulados futebolistas mundiais. Contudo, apesar de o processo de recuperação ter evoluído favoravelmente, este desafio de assumir um cargo importante no futebol espanhol precipitou a sua decisão de pôr um ponto final na carreira.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG