Premium Rio é mais liberal do que o partido que lidera? A eutanásia mostrou que sim

O líder do PSD tem posições sobre matérias fraturantes diferentes da maioria do partido. Politólogos dizem ser normal numa força política que tenta abraçar o eleitorado mais vasto. Os militantes são mais conservadores do que a elite de dirigentes? Tudo aponta nesse sentido.

Pode ganhar o sim ou o não." Margarida Balseiro Lopes não consegue fazer um vaticínio sobre o resultado do referendo que a JSD faz hoje aos seus quase 30 mil militantes sobre a despenalização da venda de canábis para fins recreativos. E, apesar da própria líder dos jotas ser a favor, admite que o resultado pode ser outro. "Não temos a perceção da posição dos militantes e por isso é que se justifica o referendo", diz a presidente da organização de juventude ao DN.

Se o "não" vencer, cumpre, de certa forma a história do PSD, segundo a qual os líderes mais recentes do partido conseguem ser mais liberais nos costumes e nas questões fraturantes do que os seus militantes. A votação dos cinco projetos da despenalização da eutanásia na quinta-feira, no Parlamento, provaram isso mesmo. Só Rui Rio e meia dúzia dos 79 deputados é que votaram favoravelmente os projetos em discussão. A esmagadora maioria da bancada optou pelo "não", na sua liberdade de voto perante um tema que era de consciência.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG